terça-feira, 4 de abril de 2017

Eu, aquém; Ela, além


Tudo,
em mim, 
se tolhe
quando 
a morte 
vem e colhe
a Rosa Branca 
dentro de mim
e, de tão doce e graciosa, a tranca
Num longe de mim que não tem fim...

Eu, pesada pena, aqui no aquém; Ela, leve pluma, lá no além!

(Carmen Cupido)

Sem comentários:

Enviar um comentário